Buscador
Categoria: Meio-ambiente

Tesouro sob nossos pés

Tesouro sob nossos pés

Depois das recentes notícias pulbicas nesse início de 2015: Bill Gates investe em máquina que extrai água potável de fezes humanas e Esgoto de cidades pode ter ouro e milhões de dólares em metais, me pergunto sobre a antiga notícia de 2010: Carne feita de fezes humanas, que foi considerada como um hoax – uma notícia falta da internet com origens em lendas urbanas desde 1990 – Por que não?

Por fogo em água

Por fogo em água

Aparentemente verdadeiro, esse vídeo  é muito interessante.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=XONLn80SnWs]

Falado em inglês e legendado em espanhol, podemos ver uma interessantíssima matéria de um senhor que inventou um equipamento de radiofrequência a fim de encontrar a cura do câncer.

E por um acaso ele descobriu que água salgada ao receber essas ondas de radiofrequência, podem se tornar combustível para fogo. É fantástico. A radiofrequência não agride o corpo humano, como o senhor exemplifica pondo a mão no meio do aparelho, mas de alguma forma ela consegue separar o hidrogênio do oxigênio e torná-los gasosos e inflamável.

O único problema dessa fonte de energia é que você precisa de energia elétrica para fazer o equipamento funcionar.

Mas mesmo assim, há utilidades. Em vez de usar um aquecedor a gás ou carvão que são bens não renováveis, poderíamos usar a água do mar, que certamente demoraria muito para acabar.

Se você está procurando energia gratuita e infinita de verdade, procure por motores magnéticos no youtube, de preferência em inglês.

Mas o fato de por água em fogo por si só já é um grande abridor de mentes.

Royalties sobre petróleo

Royalties sobre petróleo

Estava eu a acessar o Portal da Transparência, que mostra para onde fora destinados as verbas do governo, na página de São Bernardo do Campo – SP e fiquei intrigado com o que li na página 4.

A cidade recebe o montante de R$ 505864,85 devido aos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural.

Eu não entendo nada de leis, já que infelizmento as desconheço como a maioria da nossa população maleducada. Lendo os artigos referente às leis condizentes a parada, cheguei as seguintes conclusões:

1 – Em São Bernardo do Campo se produz petróleo e/ou gás natural.

2 – Nós, consumidores, não só pagamos impostos na compra de combustível, mas também impostos sobre a extração de sua matéria-prima e manufatura.

E me leva a seguinte inconclusão:

3 – Onde o município usa esse dinheiro?

Caso um especialista possa me esclarecer ou me corrigir, eu agradeço

Solução para o trânsito

Solução para o trânsito

Ela existe e é muito simples.

Criar inflação. Com uma inflação forte serão vendidos cada vez menos carros. A compra de combústivel seguirá o mesmo caminho. Logo os carros começarão a envelhecer e haverão cada vez menos veículos automotores nas ruas. Pronto. Fim do principal problema urbano.

E de quebra diminui a poluição, melhorando o meio-ambiente e aumentando a qualidade de vida.

Mas não. A força de vontade política é às avessas. Só olham para o próprio umbigo quando tentam controlar a inflação.

Tomando chuva

Tomando chuva

Pleno verão tropical brasileiro sul hemisferiano.

Há dias que cai o céu. Chuvas de verão torrenciais alagadeiras.

Minha mãe me perguntou hoje: “Está frio?”

Eu respondi: “Vivo nessa cidade a mais de 5 anos. Aprendi a sempre levar uma blusa e uma guarda-chuva porque nunca sabemos se vai esfriar ou chover.”

E hoje choveu pra dedéu.

Mas eu sou muito precavido, como se vê abaixo, num diálogo entre carlos e eu.

chuva.gif

Geografia Mundial, nossa terra é nossa mesmo?

Geografia Mundial, nossa terra é nossa mesmo?

Interessante como o poder transforma as pessoas não!? Como se não bastasse o emburrecimento que o governo faz com as crianças para conseguir tratar o povo como fantoche, agora nos Estados Unidos, essa grande “potência mundial”, está ensinando as crianças que o pulmão do mundo, a Amazônia (nossa Amazônia), pertence a todos e que o mais interessado a preservar esse “território internacional” sejam eles mesmos. Essas crianças estão aprendendo bem a cuidar do quintal que dizem serem deles, ou melhor, aqui as crianças aprendem a serem burras e lá aprendem a tomar posse do que é dos outros, não sei como eles não nascem e já vão pra guerra. Agora me pergunto: Por quê? Será que realmente eles se preocupam com o mundo? Ou como ele dizem: Será que deve ser piedade a uma região que é considerado as das mais pobres do mundo?

Geografia Brasileira

Texto traduzido do livro

Texto ao lado da imagem:
“Desde meados dos anos 80 a mais importante floresta do mundo passou a ser responsabilidade dos Estados Unidos e das Nações Unidas. É chamada PRINFA (A PRIMEIRA RESERVA INTERNACIONAL DA FLORESTA AMAZÔNICA), e sua fundação se deu pelo fato de a Amazônia estar localizada na América do Sul, uma das regiões mais pobres do mundo e cercadas por países irresponsáveis, cruéis e autoritários. Fazia parte de oito países diferentes e estranhos, os quais, em sua maioria, são reinos da violência, do tráfego de drogas, da ignorância, e de um povo sem inteligência e primitivo.A criação da PRINFA foi apoiada por todas as nações do G-23 e foi realmente uma missão especial para nosso país e um presente para o mundo todo visto que as posses destas terras tão valiosas nas mãos de povos e países tão primitivos condenariam os pulmões do mundo ao desaparecimento e à total destruição em poucos anos.”

Quadro menor abaixo da imagem:
“Podemos considerar que esta área tem a maior biodiversidade do planeta, com uma grande quantidade de espécimes de todos os tipos de animais e vegetais. O valor desta área é incalculável, mas o planeta pode estar certo de que os Estados Unidos não permitirão que estes países Latino Americanos explorem e destruam esta verdadeira propriedade de toda a humanidade. PRINFA é como um parque internacional, com severas regras para exploração.”

Informação

É só conferir na página 76 (setenta e seis) do livro DIDÁTICO Norte-Americano “Introdução à Geografia” do autor David Norman, utilizado na Junior HIGHSCHOOL (equivalente à 6ª série do 1º grau brasileira.

Clickarvore

Clickarvore

A cada clique, é plantada um árvore. O negócio é todo auditorado. Necessita registro de quem clica. Recomendo que aceite receber newsletter dos patrocinadores para que eles continuem considerando o financiamento dessas árvores como um bom investimento, se é que eles não fazem isso de bom coração.

Acesse:

http://www.clickarvore.com.br/