Verdades inconvenientes do carro 0km

Verdades inconvenientes do carro 0km

Há algo muito errado acontecendo com quem está comprando carros 0 km.

Quando tento explicar que você está fazendo uam grande M#$#%&, recebo a contra-argumentações idiota do tipo: “Ah é assim mesmo”. Ou então algo mais abominável, “Mas se eu não fizer isso, eu nunca terei um carro 0km.”

Meu Deus, ajudai essas pessoas, elas não sabem o que fazem.

Vamos fazer um cálculo, talvez assim você consiga entender:

Peguemos um modelo de carro, Fiat Palio 1.4 “completo”, ou o que assim dizem ser. R$ 34.000,00. Em qualquer lugar civilizado, isso ja seria um argumento que não precisaria de mais nenhuma explicação, mas não estamos neste lugar, então continuemos:

Além dessa loucura de pagar esse valor nesse carro, supomos que o sujeito, beirando a total insanidade, resolva financiar esse bem, aproveitando a fantástica queda de juros! Vamos mais longe e imaginar que ele consiga uma “boa” taxa, 0,9% a.m. E olha que fui muito bonzinho nessa suposição.

Como hoje estou muito empolgado, esse nosso personagem irá surpreender nosso senso de lógica e financiará 100% do automóvel.

Lembramos que existe IOF sobre o valor financiado, cujo cálculo é um pouco complexo. A alíquota é de aproximadamente 0,0041% ao dia sobre o valor a ser financiado, limitado a 365 dias, ou seja, por volta de R$ 505,60. Esse imposto nada mais é do que uma taxa pela benção do governo ao permitir o empréstimo. Muito sacaninha esse tal de governo né? E o banco não quer ser menos esperto que o governo, e financia o IOF, faz vc pagar juros sobre um imposto! Que dupla eles formam hein, mas essa sociedade só funciona em razão de pessoas estúpidas como você, caro comprador de carros 0 km, você é quem financia isso, você e unicamente você é o responsável por esse circo.

Vamos fazer o cálculo nas clássicas 60 parcelinhas.

Calculando:

Valor do bem: R$ 34.000,00
IOF: R$ 505,60
Valor a financiar: R$ 34.505,60
Taxa: 0,9% a.m. ou 11,35% ao ano.
Percentual financiado: 100%
Prazo: 60 meses
Valor da parcela com juro:  R$ 746,79
Valor da parcela SEM juro: R$ 575,09
Valor TOTAL pago: R$  44,807,12 
Quanto você perde no financiamento: R$  10.807,12
Quanto você paga POR MÊS a mais no financiamento:  R$ 171,70

P. Nossa mas eu perco tudo isso?
R. Não, ainda não terminamos.

Temos a desvalorização anual do veículo, visto ser um bem de consumo e não um investimento.

Uma desvalorização maior ou menor leva vários fatores em consideração. Mas o primeiro ano é onde ocorre a maior desvalorização.

Seguindo essa tabela temos:

http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI284502-16418,00-OS+CARROS+QUE+MAIS+E+MENOS+DESVALORIZAM.html

Desvalorização de 11,6% no primeiro ano.

Valor pago:  R$ 34.000,00
Desvalorização: R$ 3.740,00

P. Meu deus! Quando isso irá acabar?
R. Acalme-se

IPVA 

Assim como o IOF é a benção para o financiamento, o IPVA é a benção para você possuir o carro. O governo, muito bondoso diz: Você tem? Então cale a boca e me pague!

No estado de São Paulo, a alíquota é de 4% do valor de mercado do carro.

IPVA = 4% = R$ 1.360,00

Seguro:

Esse ítem é difícil mensurar, por que tem grandes diferenças conforme a região e o perfil do motorista, mas lembre-se que a dupla Governo / Banco, jamais ficarão para tráz. O Banco cobra valores ridiculamente altos, e o governo carimba, e cobra IOF em cima.

Creio que numa região metropolitana, o valor não fique inferior a R$ 1.500,00

Resumindo as perdas do primeiro ano:

Juros e IOF: R$  2.060,40
Desvalorização:  R$ 3.740,00 
IPVA: R$ 1.380,00 
Seguro: R$ 1.500,00 

Total:  R$ 8.680,40
Total mensal: R$ 726,36

Acrescentemos aqui a prestação bruta de: R$ 566,66

total no primeiro ano mensal: R$ 1.293,02

É claro que a depreciação não entra como uma parcela mensal, mas uma hora ela será sentida.

Se até agora você está achando isso normal, tenho duas teorias: Ou você é tão ignorante e estúpido, que não sei como conseguiu ler até aqui, ou você faz parte desse trio espuleta: Governo / Montadora / Banco.

Eis um gráfico de como ficaria a composição dos custos envolvidos com o seu carro 0km  financiado. Cuidado! è um pouco aterrorizador.

Composição da Parcela

É interessante observar que o gráfico acima é em função dos valores do financiamento apenas, não consideramos aqui os impostos e taxa na fabricação do veículo.

Tal tema havia sido tratado aqui:
http://aleatorica.wordpress.com/2011/05/02/850/

Entretanto farei um novo posto juntando os 2 gráficos para vermos a bizarrice que será o resultado.

Conclusão:

Ter um carro no Brasil é assustadoramente caro.

Ter um carro 0 km, é  estúpidamente inviável.

Ter um carro 0 km financiado é a coisa mais idiota que você pode fazer, um suicídio financeiro.

referência:
como calcular o IOF
http://www.minhaseconomias.com.br/blog/educacao-financeira/como-calcular-o-iof-de-um-financiamento-de-veiculo

16 thoughts on “Verdades inconvenientes do carro 0km

  1. Bom, independente de ser 0km ou financiado, pelo que vejo vc quer ir embora do Brasil, porque IPVA e seguro vai pagar por qualquer carro. Aliás, imposto vai pagar por qualquer coisa. Vai então morar no Tibet, isolado da civilização mas se lembre: vá a pé, pois passagem aérea tb tem impostos…

  2. Concordo em partes. Impostos paga-se em qualquer lugar, não me recuso a pagá-los, mas existem limites. O IOF é uma bizarrice sem tamanho, qual a justificativa para existir? Não há.
    O IPVA é absurdamente caro. 4% ao ano? Ridículo.
    Isso que eu nem entrei no mérito da qualidade extremamente duvidosa dos carros.
    Mas estou acostumado com comentários desse tipo. É justamente por pessoas como você que somos o que somos.

  3. Os juros no Brasil tamemb sao ums dos mais caros do mundo. Na alemanha você pode financiar um carro por 0 até 2 % por ano.

    Pura verdade:
    “Mas estou acostumado com comentários desse tipo. É justamente por pessoas como você que somos o que somos.”

    visite naocomprecarrozero.blogspot.com

  4. Bom, então “supondo” que sou como você, qual sugestão você daria? Produzir o próprio carro, ou colocar uma bomba no corpo e explodir o congresso? Vou te contar uma coisa, este ano eu paguei só de IPVA R$22.600,00, sem contar o restante, minha esposa anda de Land Rover, para completar mandei blindar … Nada do que ganho vale se não usar, eu simplesmente vivo! Se o cara esta afim de comprar um carro financiado em 60 meses somente pelo prazer de ter um veiculo, que se faça assim.
    O que você ganha em ficar recluso sem gastar um centavo do que você ganha?
    Sua esposa pede: -Podemos ir a um restaurante;
    Você diz:- Oh não, pagaremos 32% de impostos ao governo e ainda ajudaremos o banco porque tenho que usar o meu cartão!
    Você nem deve assistir TV para não pagar o PIS/Pasep e Cofins embutido na luz, alias, deve ta usando o PC e a internet da empresa ai né? Porque se for observar, nem deve compra eletrônicos porque também vai pagar impostos, você deve agora estar morando em um barraco em algum terreno invadido, porque também deve achar que o governo tem que lhe dar um pedaço de terra próximo ao centro da cidade.
    A vida é unica e passageira, os recursos devem ser aproveitados da melhor maneira possível, para o ser “bizarro” que você cita ai, pode ser um prazer proporcionar lazer e conforto a sua família.

    De revoltados como você o Brasil já esta fadado! Talvez se utilizasse a inteligencia para algo mais construtivo, você teria um pouco mais de prazer para viver a vida!

  5. Interessante seu ponto de vista @Comweel, obrigado por comentar.
    Antes de tudo, é direito do sujeito saber o que ele realmente está pagando. Porém um cálculo assim é bem complexo de ser feito, e proposital, veja o tanto de fontes que pesquisei. O que é anunciado é: 60x de R$ 746,00 você sia com seu carro 0km. O camarada vê que cabe a prestação em seu orçamento, e adquire o bem.
    Se mesmo com essa informação ele resolve adquirir, é total direito dele.
    Agora essa sua postura também não é a correta, é esse o sonho de consumidor de qualquer empresa / governo. Temos só uma vida, não vamos medir esforços, gol mil a 32 mil? Tranquilo!
    Mas minha intenção não é uma revolução, não num primeiro momento, mas apenas informar, mostrar olha é isso que você está fazendo, é realmente isso que você sonhou?

  6. Nossa, quanta grosseria inútil. A matéria é muito boa. Com certeza esses comentários foram postados por quem não tem condições de comprar um carro zero à vista. Todos sabemos, pois os especialistas financeiros dizem, que o melhor é sempre comprar à vista, para evitar os juros. Então porque atacar a matéria desse jeito?

  7. meu amigo, pobre se nao comprar um carro financiado, nao irá comprar nunca! sendo 0 km ou nao, o importante é desfrutalo, na importa se voce for pagar 2 carros pelo preço de 1, se nao for assim nós pobres nao teremos carros nunca!

  8. Excelente matéria. Carro no Brasil é muito caro sim, e vai continuar sendo porque as pessoas são manipuladas pelas propagandas. Sujeito ali em cima disse que “os recursos devem ser aproveitados da melhor maneira possível”. Só que ele não sabe que a melhor maneira possível certamente não é comprando um carro zero. A satisfação de “desfrutar o carro” é muito desproporcional ao seu custo. Inúmeras coisas mais prazerosas deixam de ser aproveitadas para que a parcela caiba no bolso.

  9. A MATÉRIA É REALMENTE MUITO ESCLARECEDORA, MAS A DIVERSIDADE DE CONHECIMENTOS SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA, VISÕES DE MUNDO QUE CADA UM TEM E A FORMA RADICAL COMO VC COLOCA SUAS CONCLUSÕES, FAZ ALGUMAS PESSOAS TE RESPONDEREM DE FORMA ALGO RUDE………… SUGIRO O ESCLARECIMENTO COMO VC JÁ ESTÁ FAZENDO SEM “OFENDER” QUEM EM MUITOS CASOS É VÍTIMA… A RESPOSTA BRANDA DESVIA O FUROR, A PALAVRA DURA SUSCITA A IRA (Pv 15.1) se o seu objetivo é ensinar as pessoas sobre finanças, ou sobre qualquer assunto, a ESCOLHA DAS PALAVRAS FARÁ UMA IMENSA DIFERENÇA…………… SOBRE O CARA CUJA ESPOSA ANDA DE LAND ROVER BLINDADA, CREIO QUE SUA REALIDADE FINANCEIRA É DISTINTA DA MAIORIA, POR ISSO FINANCIAR UM CARRO PARA ELE (QUE TALVEZ NÃO PRECISE DE FINANCIAMENTO) É ALGO que não lhe trará qualquer problema, MAS QUANDO UM POBRE “LASCADO” FINANCIA SEM PODER, PELA PRESSA, OU “MERECIMENTO” (CREIO QUE POR NÃO CONHECER ALGUNS DOS MECANISMOS DOS JUROS COMPOSTOS) REALMENTE ESTARÁ SE CONDENANDO A TER MUITAS DIFICULDADES AO LONGO DO CAMINHO, DIMINUINDO EM MUITO O SEU PODER DE COMPRAR COISAS BEM MAIS VERDADEIRAMENTE RELEVANTES COMO AFIRMOU JABUTI. (HÁ PESSOAS QUE POR “INVESTIREM” EM CAROS VISTOSOS, NÃO CONSEGUEM PROPORCIONAR EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA SUA FAMÍLIA…isto para mim é uma clara falha nas prioridades.)

    1. Obrigado pelo comentário. Acredito que o autor usou esse estilo para ser um tapa na cara e acordar as pessoas.
      O importante é que cada vez mais pessoas percebem sobre o assunto do post. Agora com o lançamento do Playstation 4, muitos jovens estão se indignando com os preços praticados no Brasil. Vamos torcer para que essa geração passe a se indignar com os preços praticados pelos carros e custos de necessidade básica.

  10. Bom dia!
    Primeiramente gostaria de parabenizar pela iniciativa em esclarecer de forma muito simples o “ROUBO LEGALIZADO”, que ocorre entre governo e bancos.
    Concordo o absurdo de se comprar um carro 0km, e também concordo com as taxas abusivas que o banco cobra num financiamento.
    Entretanto é oportuno ressaltar, que (como no meu caso), não tenho como “viver sem carro”, e acredito que seja o problema de 95% da população (de cidades pequenas e médias, onde não tem transporte público suficiente).
    Assim, muito embora explanação seja muito esclarecedora, acho que ficou incompleta e omissa, pois não trouxe ao leitor a solução para o problema.
    Por exemplo, você pode dizer a água e luz são absurdamente caras, mas ninguém vive sem, e aí fica a minha dúvida: Qual seria a solução mais viável?
    Desta forma, gostaria de elogiar o autor pela iniciativa, mas deixo como sugestão, qual seria a opção menos “dolorosa” do consumidor que “precisa comprar um carro”? Comprar o usado, o semi-novo, financiar, consórcio, roubar um (rrrsssss)?
    Parabéns a todos por participarem da discussão e obrigado pela oportunidade.

  11. bom, aqui ele esta comentando sobre a compra de um 0KM e alertando quanto aos seus custos, que em outras palavras quer dizer saiba comprar seu bem sem sacrificar sua vida financeira por longo período. O melhor a se fazer é comprar um bom carro usado em que vai satisfazer suas necessidades e não o seu ego.

  12. Eu compreendo e concordo, para resolver a situação quando o carro esta com três anos de uso eu troco por um terreno ou casa, aí eu recupero as perdas!!!

  13. ___Esqueceram do principal (os ignorantes não sabem), o “custo de oportunidade”, calma… vou explicar…
    Alternativa 1) comprar um usado de 15 mil reais por exemplo
    Alternativa 2) comprar um 0Km de 40 mil por exemplo…
    ___A diferença entre ambos é de 25 mil reais, sendo assim supondo que você fique 5 anos com o carro, logo esses 25 mil aplicados em um fundo de investimento conservador por 5 anos lhe daria uns 12 mil reais.
    ___Portanto 12 mil dividido pelos 5 anos dá uns 2.500 reais por ano !!! você também perde essa grana 😉 (só economistas entendem, pergunte a um economista) flw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.