Greve na obra do Maracanã

Greve na obra do Maracanã

Toda essa Copa do mundo do Brasil me lembra uma piada de concorrência. Resumindo um japonês, um americano e um brasileiro concorrem para uma obra. O japonês diz que faz por 10 milhões, o americano por 20 mi e o brasileiro por 30 mi. E o comprador pergunta: ‘porque você acha que vai vencer cobrando 30 mi?’. O brasileiro responde: ‘são 10 milhões para mim, 10 milhões para você e 10 milhões para o japonês fazer a obra’. E o comprador fecha o negócio.

No Maracanã, os trabalhadores grevistas estão pedindo absurdos:

Vejam nessa matéria da Globoesporte as reivindicações dos trabalhadores do Maracanã são:

– Plano médico igual dos encarregados

– Aumento da cesta básica  p/ R$ 300,00

– Inspeção local para verificar insalubridade e periculosidade

– Adiantamento quinzenal de 40%

– Piso profissional

Todas reclamações legítimas ao meu ver. Vejam como é ridículo nosso país. Não basta apenas superfaturar nas obras públicas, ainda querem ganhar algum lucro em cima dos custos mínimos.

Nem no conceito do ‘rouba, mas faz’, que ainda assim é ridículo, existe mais.

Se fossemos adaptar a piada acima, seria algo como o japonês continua fazendo por 10mi, o americano por 20mi, e o brasileiro chega pro comprador e diz: ‘faço por 40mi, são 19 mi para mim, 19 mi para você e 2 milhões para um cara aí fazer a obra’.

Me parece que os grevistas conseguiram o primeiro item da lista que é o convênio médico e vigora a partir de Setembro. De resto, um aumento de 9,2% no valor da cesta básica, ou seja, dos incríveis 110 para 120 reais.

Segundo essa matéria recente na Folha sobre cestas básicas, o custo média da cesta básica no Rio de Janeiro é de R$ 256,91.

Como eles acham que já cederam muito e a greve continua, o Consórcio do Maracanã vai levar o caso ao Tribunal Regional do Trabalho, segundo essa matéria.

Na minha opinião, isso vai acabar bem simples. O consórcio vai falar que não tem mais dinheiro e vão forçar o governo federal a investir mais dinheiro público. O argumento vai ser de que a população apoia os trabalhadores e querem a Copa. O engraçado é que a população só tem poder quando convém.

No final não duvido nada que isso seja mais um grande golpe.

3 thoughts on “Greve na obra do Maracanã

  1. Segundo o José Ilan, no seu blog, sobre as obras no Maracanã:

    ” (…) um orçamento de quase 1 bilhão de Reais. Sim, UM BILHÃO para reformar o Maracanã. Um valor que, sob nenhum ângulo, pode passar despercebido. Principalmente quando sabemos que o projeto é bem inferior aos espetaculares Soccer City (África do Sul) e Allianz Arena (Alemanha), que tiveram custos na casa dos R$ 800 milhões.”

    http://globoesporte.globo.com/platb/ilanhouse/2011/08/19/maracana-quem-paga-a-conta/

  2. A piada é fantástica, muito boa, até postei no face.

    Considerações:
    A copa no mundo no Brasil da NOJO.
    A CBF é RIDÍCULA.
    A política brasileira é PODRE.
    Não necessariamente nessa ordem.

    Com certeza os custos que estão calculados é de R$ 7.000,00/mês por trabalhador. Eles gastam 2.000,00 e embolsam 5.000,00 de CADA trabalhador, apenas NOS CUSTOS de pessoal.
    è revoltante, perturbador, triste, lamentável………… faltam palavras pra definir esse assalto que estão fazendo ao nosso país, e pior, com o o apoio e dedicação dos nossos brasileiros.

  3. Eu como brasileiro fico enojado em dizer o que vou falar agora, mas essa pratica não é só comum, não só em obras públicas, mas como em instituições privadas. E sinto mais ainda pelo fato de um dia nos oferecerem de participar de um esquema assim.

Deixe uma resposta para Leo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.